sábado, 4 de novembro de 2006

Madeira e a legalidade

Ehehehe e o pessoal diverte-se:

  • O líder do PSD, de visita à Madeira, defendeu hoje a inconstitucionalidade da Lei das Finanças Regionais, e asseverou que caso esta lei seja aprovada, irá pedir de imediato um parecer constitucional do diploma.

  • Marques Mendes considera que o diploma é "negativo" porque limita a autonomia regional.

  • Ele considera que as regiões autónomas da Madeira e dos Açores são "dois passos de sucesso da democracia portuguesa", e que constituíam um património muito valioso.

  • O Ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, assegura a constitucionalidade da lei das finanças regionais. E considera que o líder do PSD, Marques Mendes, se comportou como "um mero ajudante de Alberto João Jardim" e perdeu uma óptima oportunidade para se destacar como líder incondicional do partido.

  • Santos Silva também falou de Jardim e defendeu que este não demonstrou qualquer tipo de empenho na credibilidade da vida política, facto evidenciado pela "linguagem insultuosa do líder madeirense durante as jornadas parlamentares do partido na Madeira!

  • Quem viu a Grande Entrevista? ...!

2 comentários:

Josue disse...

Eu não, estava a trabalhar :(

Mooncry disse...

Não sabes o que perdeste!! Um verdadeiro momento de riso :)