Limite...

Cansei-me. Cheguei ao limite do que achava impossível há uns tempos atrás. E agora vêm à memória amigos que pensavam à conclusão a que cheguei neste momento. Eles por uma razão, e eu por outra, este já não é um espaço onde me sinta bem. Onde gostava de evoluir e construir algo porque quando tento, vem alguém e dá-me uma marretada na cabeça e caio mais um pouco. Ideias novas? São bosta, ainda mais para mais vindo do sexo feminino. As mulheres que se ponham no seu lugar, por favor!

Olho para trás e não vejo nada de melhor agora, o que se me apresenta como tendo sido uma perda de tempo. Viver sem construir nada e melhorar o nosso trabalho, a nossa vida e as nossas relações profissionais e pessoais, não é viver mas sobreviver porque parece que não há nada melhor!

A falta de respeito e de dignidade que me impõem começa a crescer demasiado e ainda acho que sou um ser humanos, com todos os defeitos que me queiram apontar. Cansada que estou, e já devo estar assim há demasiado tempo, bastava um pontapé de saída bem assente para pensar numa outra opção. Sem querer, pobres coitados dos coitados, deram-me isso mesmo. E a resolução ficou tomada.

Comentários

Mensagens populares