Saudades...

não dos Blind Zero, mas também, mas sobretudo daquilo que me movia nos concertos do antigamente. Provavelmente só uma pessoa sabe do que falo, mas essa pelos vistos já não lhe interesso. Sinto saudades do sentimento, do friozinho, do nervosismo saudável e que despoletava imeadiatamente um sorriso sincero.
Ainda me lembro num qualquer concerto, pendurada nas grades, ao lado do namorado actual mas irreal, olhar para trás e cruzar o olhar meloso com o teu. Será possível repetirmos isso? E porque é que há certas coisas que parece que só sentimos uma vez na vida?

Comentários

Mensagens populares