Em defesa do belo

O Choupal tem um significado incalculável para qualquer conimbricense. É um amontoado de árvores e arvoredos, recantos escuros e com bichos estranhos, mas também é o ninho da natureza no limiar de um início de cidade. É um sítio especial, pelo ar puro, por toda a paisagem e pelo Mondego que corre ali ao lado. Um incêndio ou a destruição de algo no Choupal é como uma facada no coração de qualquer pessoa que conheça este espaço.

Há uns anos atrás houve um início de incêndio no local, e agora querem construir uma ponte estranha lá pelo meio que se adivinha que vai destruir o espaço, o silêncio e tudo o resto que faz parte deste cantinho. Como não comento os sucessivos políticos que já se sentaram na cadeira do poder de Coimbra, desde o PS até ao actual PSD, não posso esperar boas notícias do que vai acontecer ao Choupal. Apesar dos pareceres negativos de várias entidades importantes, o secretário de Estado do Ambiente pretende continuar com o projecto que já aprovou. Não deixo de me sentir ferida ao imaginar uma enorme ponte de betão sobre o meu, e o nosso, Choupal. Gostava de fazer alguma coisa mas não sei bem o qué. Como conimbricense, agora meia portista, não posso deixar de me sentir lesada na cidade que me viu crescer, na cidade a quem vai pertencer para sempre o meu coração. E neste momento apetece-me socar alguém só por imaginar a tamanha facada que daqui a uns anos vou sentir quando for a Coimbra.

Não me apetece passear, correr ou saltar no meu sítio preferido rodeada de postes enormes de betão que seguram uma ponte sobre a qual se ouvem carros a passar a todos os segundos. Não me apetece ver o derrubar de um sítio lindo e mágico, com uma natureza demasiado bonita para ser destruída. Não me apetece ver mais uma asneira ser feita na minha cidade. Não me apetece mesmo e não me quero calar até ouvir que todos estes projectos foram pela sanita abaixo. Pela defesa da beleza e de uma natureza sem igual, numa cidade mágica!

Comentários

Sabbah disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Sabbah disse…
Sim, penso que querem lá fazer passar uma qualquer estrada! Parte de nós, população de Coimbra, fazer com que isso não aconteça.

ps: portista ou portuense?! ;)
Mooncry disse…
Que horror, só agora é que me apercebi do que escrevi! PORTUENSE (na verdade até estou a viver em Vila Nova de Gaia mas pormenores...)!! portista nunca :D

P.S.: Sim, os conimbricenses, nós, temos de fazer alguma coisa para evitar a "morte" do Choupal ;)

Bjinhos

Mensagens populares