quinta-feira, 14 de junho de 2007

Good news are not bad news!

Três boas notícias:
  • Reino Unido admite castração química para pedófilos, violadores e outros agressores sexuais. O programa foi apresentado ontem, e contém propostas como a "lei de Sarah" reivindicada pela mãe de Sarah Payne, assassinada em 2000 por um pedófilo. Este método não pretende ser obrigatório nem substituir as penas de prisão, apenas será apresentado a todos os criminosos sexuais no momento em que sairem da prisão. O programa também pretende informar os pais de indivíduos suspeitos de representar qualquer perigo para os seus filhos. São algumas das medidas reclamadas por Sarah Payne desde o assassinato da sua filha. Para quando em Portugal? E como medida obrigatória e não facultativa!!
  • A Brisa (finalmente!) decidiu colocar rails de protecção para motociclistas em 400 locais considerados perigosos, 3 anos depois da legislação ter entrado em vigor (tudo é tão rápido em Portugal... afinal o que são três anos e o que esses três anos significam em termos de sinistralidade, e suas consequências, de motociclistas por ausência de protecção nas estradas?). Irão ser colocadas saias metálicas para amortecer o embate nas extremidades cortantes dos rails. A luta irá virar-se agora para a instalação destas protecções noutras vias que não as auto-estradas (mais uns anitos e talvez seja possível...). Aplicação em 2007 da lei 33/2004, proposta por um deputado do PSD. Aplaudo a iniciativa mas pergunto se era preciso tanto tempo para começar (afinal, ainda não estão colocadas) "tamanha" obra.
  • As dádivas de sangue triplicaram nos últimos anos e esta é uma óptima notícia. Apesar dos números animadores, o número de dádivas ainda não consegue igualar-se às dadas nos países desenvolvidos. A questão é: nós somos um país desenvolvido? Em que aspectos?
  • E a quarta e última boa-nova de hoje podia ser referente às acusações a Pinto da Costa! Mas não! Quer ele seja culpado ou inocente apenas será uma boa notícia se se fizer justiça! E como tenho algumas dúvidas em relação a isso, deixo esse possível comentário para daqui a uma dezena de anos (com sorte) quando ele for julgado e condenado ou absolvido...!

Sem comentários: