quarta-feira, 2 de maio de 2007

Alguém muito corajoso

Antonio Salas é o pseudónimo de um jornalista de investigação que conseguiu infiltrar-se no movimento neonazi espanhol, durante quase um ano. A questão do anonimato é fulcral por motivos óbvios, e por já ter recebido inúmeras ameaças de morte por aquilo que fez.

Mas este não é o único caso de perigo, infiltrações, câmaras ocultas e microfones escondidos na vida deste jornalista. Desde 2000 que já se infiltrou em perigosas seitas, grupos de crime organizado e movimentos extremistas, sempre com câmaras ocultas e microfones. Para que nada fique perdido, nem mesmo se Antonio, ou qual seja o seu nome verdadeiro, morra em serviço. Muitas destas gravações já foram usadas em tribunal!

"Diário de Um Skin" (publicado em Espanha em 2003 e prestes a originar um filme ou uma série) é uma confissão de tudo o que se passou duranto o ano em que esteve camuflado sobre uma identidade falsa e uma personagem credível. A entrevista a este corajoso jornalista, publicada na Visão da última semana, aguçou-me a curiosidade e hoje, numa ida a uma livraria, não resisti e trouxe o livro. Prometo voltar a este assunto quando o tiver terminado, mas já agora aqui fica a publicidade... já li umas linhas e promete! Parece-me bem escrito e muito, muito, muito revelador!

Sem comentários: