domingo, 11 de fevereiro de 2007

Resposta!

Como sei que a quem isto é dirigido, vai ler este post... aqui vai um desabafo! Os outros não façam caso, é apenas um recado que já deveria ter mandado à mais tempo. Falar pessoalmente é impossivel visto que a pessoa em questão não está em Portugal, e falar por msn é impossivel porque a minha paciência ficou esgotada neste exacto momento!!

Em primeiro lugar, vou-me manter firme pelo menos durante mais uns tempos. E enquanto tiver amigos, que o sejam na prática e não apenas na teórica, que me animem quando mais precisar.

Portugal já foi um país mais porreiro, mas ainda assim há oportunidades que surgem para quem se esforça na verdade. E não para quem consegue as coisas por outras vias que não o esforço, e/ou o mérito. Sou teimosa, tenho ideias firmes mas acima de tudo sou justa para comigo e sobretudo para com os outros, e por isso odeio injustiças, ocorram elas na China ou na Madeira!

"Has-de arranjar coisas para fazer aí..." sim! nem que seja limpar escadas, ou até casas de banho. Desde que seja algo digno, não deve haver problema. Ou pelo menos foi assim que fui educada, e o meu pai lá deve ter as suas razões para me impingir isto! De qualquer forma, obrigado pela força e pela confiança. Agradeço quando as pessoas são sinceras e mesmo quando acham que não temos jeito para algo e nos devíamos dedicar à pesca. Num momento como este, é o ideal!

"Não deixes de ser simpática se a vida te correr menos bem porque não é sendo menos simpática que as coisas passam a correr melhor..." Sim! É mesmo minha característica ser antipática para as pessoas por as coisas me correrem mal! Para tua informação, e acorda para a realidade!, ando a ser antipática pela forma como me andas a tratar, e por aquilo que me tens dito! É insuportável estar constantemente a ouvir alguém a dizer: "Mas ainda achas que vais conseguir alguma coisa?", "Mas tens visto propostas de emprego? Onde?", "Mas o estágio correu bem e não ficaste? Correu bem como?". Sem uma palavra de "Força. Com esforço tudo se consegue!", ou "Pelo menos tenta, se não der paciência!". Já basta as pessoas pensarem isto quando estão mais em baixo, ou quando o silêncio e a inércia tomaram conta do nosso corpo, não é necessário estar constantemente a ouvir alguém a "deitar-nos abaixo!"

Não gosto que me tratem como merda quando sou um ser humano. E como não costumo ser pessimista para os outros, não admito que o sejam para mim! Só por isto vou mandar mais uns emails, pode ser que algum idiota ache que tenho algum valor, nem que seja apenas para tirar fotocópias, e fazer uns telefonemas que já devia ter feito. Bad luck... my "friend"!

Sem comentários: