Gosto de frases e pensamentos...!

"É a penalização até às dez semanas que torna a IGV em aborto clandestino. Esse é o único resultado da actual lei."
José Sócrates, secretário-geral do PS e primeiro-ministro numa mensagem vídeo na página do PS na Internet

"Nenhum partido ou governo podem substituir a nossa consciência"
D. António de Sousa Braga, Bispo dos Açores em nota pastoral

"Portugal precisa de mais 50.000 nascimentos por ano para repor a renovação de gerações. A crise dos sistemas sociais resulta da crise demográfica"
Ribeiro e Castro, Presidente do CDS/PP em Lisboa

"Se ganhar o Sim à despenalização do aborto até às dez semanas haverá uma contradição com o Código Civil, que dá ao feto capacidade de receber um testamento"
Bagão Félix, Ex-ministro das Finanças em Lisboa

"Eu estou onde sempre estive. Os outros é que mudaram, ou porque tiveram medo na altura (em 1974) ou porque têm medo agora."
Maria João Sande Lemos, fundadora do PSD em Comício em Lisboa pelo Sim

"O aborto terá de continuar a ser um ilícito, um crime tipificado pelo Código Penal."
Secretariado Nacional do Apostolado dos Leigos e da Família

"Caso ganhe o Sim será a primeira vez que a Igreja perderá as eleições"
José Adelino Maltez, Professor Catedrático do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas

"Lutar contra a abstenção e mostrar que vale a pena votar para mudar esta lei é o nosso objectivo fundamental nestes dias de campanha"
Manuela Tavares, Movimento Cidadania e Responsabilidade pelo Sim

"Teremos, em Portugal, o regresso ao tempo da destruição legalmente permitida de seres humanos, tal como quando aqui vigorava a pena de morte."
António Pires de Lima, Antigo bastonário da Ordem dos Advogados

"Já não estamos no tempo das nossas avóes, quando as mulheres não podiam votar, não podiam viajar para o estrangeiro sem autorização do marido e não tinham sequer direito a ter conta bancária"
Albino Aroso, Médico pediatra, antigo secretário de Estado da Saúde do PSD

E ainda vale a pena ler esta entrevista a Daniel Serrão, médico especialista em ética da vida e conselheiro do Papa Bento XVI. E daqui a pouco mais um debate no Prós e Contras (esperemos que desta vez Fátima Campos Ferreira se controle um pouco mais! Mas isto já é outra discussão...), entre muitos que se têm realizado em Portugal. É bom haver debate de ideias e opiniões, significa que vivemos num país democrático e que podemos pensar e não aceitar obrigatoriamente ideias que nos são impostas. Pena que nem todos pensem assim...

Espero que sejam referidas as verdadeiras razões deste referendo e não outras que não estão directamente ligadas. Persuadir as pessoas com frases como "o direito à vida", e "o aborto é negativo" não são bons argumentos. Porque tanto o lado do Não como o lado do Sim concorda com isso, e por isso será uma perda de tempo estar a discutir o indiscutível. A questão que se coloca é muito diferente: despenalização do aborto significa o fim das clínicas ilegais (quando são clínicas e não míseros vãos de escadas), o fim de pagamentos exorbitantes, num momento de desespero, para morrer ou ficar com problemas para o resto da vida. O fim de uma escolha feita na maioria dos casos sozinha, e sem aconselhamento médico e psicológico, o fim de uma imposição que não nos permite escolher quando tenhamos de o fazer, pelas mais variadas razões. E ninguém pode nem deve censurar as razões de terceiros!

É por tudo isto que vou dizer Sim no Domingo. Vou dizer sim a um país sem hipocrisias, mais justo e verdadeiro para consigo!

Comentários

Mensagens populares