sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

Tenho de aturar cada um que contado ninguém acredita... e a paciência que custa tanto a ganhar!

Sem comentários: