A equação do amor

Uma pessoa desesperada decidiu fazer a seguinte equação para tentar provar matematicamente, que por mais que tivesse feito, o gajo já estava a abusar (palavras ditadas por ela a moi num bar ontem à noite):
84 ---------- 7
3 ---------- x

Ou seja, 84 equivale ao tempo que A andou com B, em meses. 7 são os meses que A demorou a terminar tudo com B para ficar com C, ou seja, C esteve à espera de A durante 7 meses! Entretanto C anda com D à 3 meses, e por isso A resolveu fazer esta equação.

Ora portanto... e se bem se lembram, isto faz-se assim: 3 vezes 7, o que equivale a 21 (sem máquina de calcular!!!... ao contrário de muitos..), que irá ser dividido por 84. Isto para saber quanto tempo terá A de esperar por C... o resultado é 0.25. Ora colocando este valor em dias de um mês, A fez outra equação:

1 ---------- 31
0.25 ------- x

Procedendo da mesma forma temos: 0.25 vezes 31, a dividir por um (esta só mesmo para quem não entende nada de matemática! duh!). O resultado é 7.75 dias, que A bondosamente arredondou para oito! Ou seja, e conclusão da história... C deveria demorar 8 dias a terminar com D para ficar com A!

Se atentarmos na história vemos que A sendo a prejudicada foi uma pessoa muito bondosa por duas razões. Por um lado, colocou um mês como tendo 31 dias, quando metade dos meses tem menos (um até é bem mais curto, tendo ora 27 ora 28). E por outro lado, arredondou o valor final de 7.75 para 8, dias neste caso. Digam lá se A não merece ficar com B, só por esta caridade extrema!?

Espero que tenham entendido a história, tentei ser o mais explícita possível e não colocar piadas pelo meio para não tornar as coisas mais complexas, mas a verdade é que enquanto escrevi este post não parei de sorrir. Isto foi me contado numa destas noites por um dos protagonistas da história, estranhamente é verídica e quando foi pensada o autor não estava nem bêbado nem drogado. O mundo está repleto de pessoas estranhas, não?

Comentários

Anónimo disse…
Esqueceste-te apenas de referir que isto foi criado completamente no gozo, muito embora não houvesse álcool ou químicos no sangue. lol
Os sentimentos, e especialmente o amor, são bichinhos complicados e que podem realmente atirar-nos para o chão várias vezes. Temos de aliviar as coisas, observando a comicidade dentro das situações. eheheheheheheheheheheheheeheheh
E eu também tenho a mania de brincar com tudo o que me aflige, se não o fizesse, já tinha dado em doida!. eheheheheheheheheh
E mais: que seria do mundo sem tds os que têm ideias estranhas e diferentes? Que chato, não? :p
M
Mooncry disse…
Axo que quem ler sabe que isto só pode ter sido inventado no gozo :p Está implicito na história... digo eu!

Obviamente que o amor não se resume a simples equações, ou explicações matemáticas ou científicas, e para tentarmos amenizar as coisas qdo elas não correm bem, o ideal é mesmo brincar com os problemas! O engraçado nesta história é mesmo o conceito... e só de me lembrar da minha reacção qdo disseste "eu até fiz uma equação para provar que ele está a exagerar!"

O problema é que axo mesmo que ele está a exagerar.. e se fosse cmg cumpria o resultado da equação: 8 diazitos... nem mais um segundo! Mas isso deve ser de mim, que sou assim... assim como sou! Espero que isso tenha finalmente um fim... é realmente o que espero! Para além de esperar que não me apareçam muitos C pela vida, não vou ter paciencia de certeza ;)

Mensagens populares