sexta-feira, 11 de agosto de 2006

José Rodrigues dos Santos

José Rodrigues dos Santos é o novo director de informação depois de Emílio Rangel ter saído da estação pública. Esta substituição foi feita porque a administração da RTP considerou que o novo projecto para a televisão do Estado não seria adequado a Rangel.
A informação é a grande aposta da RTP, apresentando a partir de agora resumos noticiosos às 17 e às 19 horas, avançando ainda com três espaços de actualidade por semana em horário nobre. Estes resumos noticiosos de dois minutos são uma das novidades, a par do programa de debate Prós e Contras que será antecipado para as 21 horas de Segunda-feira. À quinta-feira Judite de Sousa irá apresentar a Grande Entrevista, programa que irá alternar com as reportagens inseridas no Grande Repórter. O regresso da informação económica ao final da tarde é outra das novidades, além do Domingo Desportivo que passa a ser transmitido logo a seguir ao Telejornal.

Na minha modesta opinião, a informação da RTP (tanto do canal generalista como o da RTPN) estão a melhorar dia após dia. Vejo muita imparcialidade, muita informação completa e abrangente, muitos temas diferentes a serem retratados. Muita realidade a passar no ecrã, o que é o exigivel a uma estação televisiva. Os fabulosos directos e os fantásticos jornalistas presentes no Líbano e em Israel que nos transmitem o dia-a-dia da guerra só provam como esta televisão está a melhorar dia-a-dia. Sem sensacionalismos e notícias sem razão aparente como sucede nos outros dois canais portugueses. Até mesmo a SIC que tinha uma informação aceitável, está a descer de nível, forncendo-nos muita informação pouco isenta e com muito sensacionalismo. O povo gosta, é verdade, mas sem melhorias no tratamento da realidade dada aos telespectadores, o povo nem sequer pode saber que há uma outra realiadade que merece ser retratada.
Não defendo a omissão da tristeza, desânimo, fome, desemprego e outros malefícios espalhados por Portugal. O que defendo é o tratamento adequado dado a estes temas, que terá de ser feito de forma coerente e racional, sem exageros e maleficiências. O exigível é mesmo muita seriedade e bom jornalismo!

4 comentários:

A disse...

vi uma entrevista com o rodrigo guedes de carvalho (não tenho bem a certeza), na qual lhe perguntaram se não tinha pavor de um dia não ter noticias para aparesentar no telejornal, ao que ele respondeu, que isso já acontecia muitas vezes, mas passavam uma hora a disfarçar.

Mooncry disse...

Não vi essa entrevista mas basta estar um pouco atenta para ver esse "inventário" de notícias que aparecerem nos ecrãs...sobretudo aos fins de semana qdo não há informação política a ser noticiada, não há incêndios e a informação internacional é escassa!
Mas, na minha opinião, os jornalistas não têm culpa da inexistência de notícias.. mas é nessas situações que se revelam os bons ou maus jornalistas!! Já viste as boas reportagens feitas por profissionais da RTP? Muito boas... :)
*

A disse...

sim vejo :p acho que só vejo mesmo a rtp, melhorou bastante nos últimos anos...

é verdade que os noticiários passam muito tempo a encher chouriços, lembro-me da reportagem sobre o acidente de um autocarro português na galiza. acho que foi na sic que eles fizeram uma reportagem que parecia tirada do programa casos de policia "e foi neste miradouro que pararam para comer uma sandes de courato e dar uma ultima vista de olhos sobre portugal".

acho que esse tempo devia ser mais bem aproveitado. os politicos estão de fim de semana, tal como os meliantes, muito bem, mas há muitos programas culturais que podiam ser noticiados (e não me refiro ao lançamento do novo album do robbie williams) já que a informação cultural é sempre relegada para horas do diabo

ah, e na altura da entrevista, o rodrigo guedes de carvalho ainda estava na sic :p

Mooncry disse...

No outro dia vi um directo na TVI e só me apeteceu vomitar... a jornalista estava a tentar preencher os 2 minutos que lhe deram mas esteve tão mal, tão mal que cheguei mesmo a sentir pena dela!
Não tenho por hábito ver a TVI mas qdo surge o intervalo da RTP vou alternando entre a SIC e a TVI.. e cá me vou divertindo!
à informação nas televisões e nos media portugueses em geral não é perfeita, mas também nos cabe a nós, leitores e telespectadores (eu espero ser participante daqui a uns tempos :p) criticar para tentar modificar! E optar sempre pelo melhor!