segunda-feira, 28 de agosto de 2006

Em busca de um nascer do sol

Meia-noite... caminhada por estranhos caminhos sempre a subir.. cheiro intenso a queimado... muito cansaço... um objectivo demasiado distante para ser entendido... muitas estrelas no céu... estrelas cadentes nunca antes imaginadas. Deitada numa qualquer estrada de alcatrão a ver estrelas, a gritar quando elas fugiam, o frio do chão a saber deliciosamente bem nas costas... ah! Há momentos que deviam ser vividos inúmeras vezes, ou simplesmente retidos na memória durante anos e anos, meses e meses, dias e dias!

E agora alguém me lembra que imaginei um golfinho numa pedra...

Sem comentários: