sexta-feira, 30 de junho de 2006

Um novo jornal.. uma nova ideia


Oje é um novo jornal diário de economia que chega hoje às empresas e não às bancas. É insólito mas completamente inovador! O jornal apenas circula por assinaturas (actualmente com 11 mil) dentro de um circuito próprio de cerca de 140 empresas. Cinco mil exemplares serão distribuidos gratuitamente como acção de promoção de lançamento do título, em locais onde se concentram empresas que são potenciais clientes.

Quatro automóveis irão encarregar-se das entregas diárias em vários centros empresariais mas apenas na região de Lisboa, prevendo-se uma posterior entrega na região do Porto. É um novo canal de distribuição que permite fixar um preço (ultra) atractivo por assinatura: dois euros anuais para uma publicação de 24 páginas, editada de segunda a sexta-feira (uma verdadeira pechincha!). Obviamente que os particulares também podem assinar este jornal, mas terão de pagar portes de envio.

Tiago Cortez, administrador-delegado da Megafin, empresa detentora do Oje, aposta num conceito editorial de qualidade e isenção, assente na "utilidade do dia-a-dia para a empresa", com o enfoque na formação. Com uma primeira edição de 16 mil exemplares, é um projecto desenvolvido por 25 pessoas, entre as quais 12 redactores, dois paginadores e um fotógrafo. Este jornal diário aposta em textos curtos (com o máximo de três parágrafos), à excepçao do tema de destaque que ocupa duas páginas. Isto porque as pessoas têm pouco tempo para ler, e por isso precisam de informação concisa e rápida, ao estilo da Internet. E quando alguém quer informação mais desenvolvida, poderá consultar outros jornais ecónomicos como o Diário Económico e o Jornal de Negócios.

Para além da informação de economia, o Oje aposta diariamente em conteúdos sobre espectáculos, restaurantes ou saúde. Na área do desporto a atenção vai distribuir-se para o futebol, mas também para o rugby, vela, golfe ou ténis (será que são os desportos praticados pelos economistas?... porque não falam em atletismo ou futsal?...)

O Oje é parceiro do diário económico londrino gratuito City Ann.

Parece que em Coimbra também surgiu um novo jornal. O título é bastante original (pff), e por isso este jornal semanal se denomina de "O Novo Jornal" (segundo as minhas fontes, porque ainda nem sequer o vi). É bom que surjam novos títulos e novas ideias (como esta do Oje), mas é necessário que haja mercado! Os Jornais de referência estão a ter prejuízos avultados por não terem suficiente tiragem, e mesmo assim há coragem para fazer aparecer novos títulos. Acho bem... mas espero que juntamente com novos títulos surja um melhor jornalismo: isento, imparcial, e acima de tudo responsável por aquilo que diz.

Sem comentários: